Testes de mar do novo sistema de sonar de varrimento lateral do IH

Desde o dia 18 de maio de 2020 que o NRP “Auriga” navega ao largo de Sines, dando apoio à execução dos testes de mar do novo sistema de sonar de varrimento lateral do Instituto Hidrográfico.

Rebocado junto ao fundo, o sonar KLEIN 5000v2 permite a obtenção de imagens de grande resolução do fundo marinho, sendo um dos meios que é utilizado preferencialmente na busca, deteção e localização de objetos.

Para esta primeira operação em águas nacionais, a equipa técnica empenhou-se na busca de uma estrutura com equipamentos oceanográficos que, fundeada no início de setembro de 2019, estava dada como perdida desde janeiro deste ano.  A estrutura com cerca e 2 metros de altura acolhia dois perfiladores de correntes acústicos, e estava fundeada perto dos 15 m de profundidade ao largo da praia de S.Torpes.

Seguindo o procedimento normal para este tipo de levantamentos, foi coberta uma pequena área, em redor da última posição conhecida. Para além da bela morfologia submarina, com extensos relevos rochosos de origem vulcânica alternando com áreas aplanadas típicas de um fundo coberto por sedimentos, foram identificados ecos acústicos de origens diversas. Destes, houve um que pelas suas caraterísticas se evidenciou dos restantes, com contornos regulares e afastado umas dezenas de metros da posição inicial, conforme o posicionamento acústico indicou.

Tendo sido considerado como semelhante à estrutura que se procurava, o objeto irá ser inspecionado por uma equipa de mergulhadores da Marinha, para confirmação e posterior recuperação.

Estas ações serão executadas nos próximos dias, utilizando os meios existentes a bordo do NRP “Auriga”. Entretanto, os trabalhos de caraterização da estrutura continuam com aquisição de novos dados, nomeadamente com magnetómetro.

  2020-05-21    175 / 174 / 39748;