Página inicial seta Produtos seta Previsão Marés

Previsão de Marés - Portugal

Portos Principais
No molhe central: 41° 41.9’ N - 8° 50.3’ WNo porto de Leixões: 41° 11’.1 N - 8° 42’.2 WNo molhe Central da Barra de Aveiro: 40° 38’.5 N - 8° 44’.9 WNo cais de Serviços: 40° 08’.8 N - 8° 51’.3 WNo molhe Leste do porto de Peniche: 39° 20’.9 N - 9° 22’.4 WNo limite W da muralha exterior da Doca da Marinha: 38° 42’.3 N - 9° 07’.9 WNo cais de desembarque: 38° 41’.5 N - 9° 25’.0 WNa ponte-cais dos «ferry-boats» em Tróia: 38° 29’.6 N - 8° 54’.1 WNo cais do porto de Sesimbra: 38º 26’.2 N - 9º 06’.7 WNo molhe W no cais nº 3: 37º 56’.8 N - 8º 53’.2 WNo cais da Solaria: 37º 05’.8 N - 8º 39’.9 WNo cais da Ilha da Culatra: 36º 58’.4 N - 7º 52’.0 WNo cais do combustível: 37º 11’.5 N - 7º 24’.7 WNo extremo E do Molhe: 32º 38’.4 N - 16º 54’.4 WNo cais da Vila do Porto: 36º 56’.7 N - 25º 08’.9 WNo molhe de Ponta Delgada: 37º 44’.1 N - 25º 40’.3 WNo cais da Figueirinha: 38º 39’.0 N - 27º 13’.4 WNo extremo do cais junto ao farolim: 38º 32’.0 N - 28º 37’.3 WNo Porto de Santa Cruz das Flores: 39º 27’.2 N - 31º 07’.2 W
Previsão para Portos Secundários

Em baixo encontra-se a lista de portos secundários associados ao porto principal escolhido. Para cálculo da previsão de marés, de um porto secundário, por favor navegue para Download Gratuito de Tabela de Marés onde irá encontrar:

  • As "Tabelas de Maré - Capítulo III - Informação Suplementar sobre Marés. (pdf)", que deverá descarregar". Irá encontrar a tabela "Concordância de Marés para Locais Próximos dos Portos Principais", onde estão expressos os valores a aplicar, em tempo e em amplitude, às previsões do porto principal respetivo para obter as previsões para os demais locais, usualmente designados por portos secundários (de um principal);
  • As "Tabelas de Maré 2015 - Capítulo I - Generalidades. (pdf)", que deverá descarregar. No parágrafo "111 – Concordância de marés para locais próximos dos portos principais" está descrita a metodologia a adoptar, acompanhada de um exemplo (final da página 1-8);
  • Os valores horários das preias-mar e baixas-mar para os portos principais são obtidos por descarga do extrato da tabela de marés a obter por seleção da localização genérica, Porto, Trimestre e Ano de previsão. Este ficheiro é enviado para o email indicado.
Lista de Portos Secundários
Notas para Porto Principal
Generalidades
Processo de análise e cálculo das previsões

As previsões apresentadas foram calculadas com base em análises harmónicas de séries de observações maregráficas de duração variável. Os períodos de observações com base nos quais se efectuaram as análises encontram-se indicados no painel Notas de Porto.

O número de constituintes (componentes harmónicas da maré) cujas constantes harmónicas podem ser calculadas, e consequentemente a precisão das previsões, dependem da duração da série de observações disponível para cada local. Na maioria dos portos indicados, as previsões foram calculadas a partir de períodos de observações de pelo menos um ano.

Precisão das previsões de marés

As previsões de preia-mar e baixa-mar são apresentadas com aproximação ao decímetro. As previsões de alturas horárias para alguns dos portos indicados são apresentadas com aproximação ao centímetro. É de referir, no entanto, que os desvios entre a altura de maré observada e a altura de maré prevista podem ultrapassar frequentemente 0.1 m, devido à conjugação de efeitos meteorológicos, subida do nível médio do mar, variações do nível das águas, em consequência de cheias ou estiagens.

A partir da análise sistemática das longas séries de observações maregráficas disponíveis para alguns locais do globo, concluiu-se que o nível médio do mar se encontra em fase de subida. Dado que o plano do Zero Hidrográfico (ZH) foi fixado em relação a níveis médios adoptados há várias décadas, existe presentemente uma diferença sistemática de cerca de + 10 cm entre alturas de água observadas e as alturas de maré previstas, para os portos indicados.

  • Nota:

    Apesar da existência de um desvio sistemático nas condições acima descritas não implica necessariamente que possam ocorrer alturas de água inferior às previsões apresentadas.

Hora Legal

À data, as horas legais em vigor estão determinadas pela seguinte legislação:

  • Para Portugal Continental: Decreto-Lei n.º 17/96, de 8 de Março;
  • Para o Arquipélago da Madeira: Decreto Regional n.º 6/96M, de 25 de Junho;
  • Para o Arquipélago dos Açores: Decreto Regional n.º 16/96/A, de 1 de Agosto.
  • Saiba mais em: Observatório Astronómico de Lisboa.

As previsões de marés para os portos indicados foram calculadas para os fusos horários que seguidamente se indicam:

Portugal Continental  (UTC*)
Arquipélago da Madeira  (UTC)
Arquipélago dos Açores  (UTC - 1)
* Universal Time, Coordinated.

As previsões de marés estão corrigidas para a hora legal adoptada.

A hora legal de Portugal continental e da Região Autónoma da Madeira coincidem com o tempo universal coordenado (UTC) no período compreendido entre a 1 hora UTC do último domingo de Outubro e a 1 hora UTC do último domingo de Março seguinte (hora de Inverno). A hora legal coincide com o tempo universal coordenado aumentado de sessenta minutos no período ompreendido entre a 1 hora UTC do último domingo de Março e a 1 hora UTC do último domingo de Outubro (hora de Verão).

A hora legal dos Açores coincide com o tempo universal coordenado (UTC) diminuído de sessenta minutos no período compreendido entre a 1 hora UTC do último domingo de Outubro e a 1 hora UTC do último domingo de Março seguinte (período da hora de Inverno) e coincide com o tempo universal coordenado no período ompreendido entre a 1 hora UTC do último domingo de Março e a 1 hora UTC do último domingo de Outubro seguinte (período da hora de Verão).