Página Inicial seta Parabéns ao Vice-almirante Luciano Ferreira Bastos da Costa e Silva pelo seu 103 aniversário.

Parabéns ao VICE-ALMIRANTE LUCIANO FERREIRA BASTOS DA COSTA E SILVA

valm_lb.jpg

O VALM LUCIANO FERREIRA BASTOS DA COSTA E SILVA, decano dos Engenheiros Hidrógrafos portugueses, celebrou no dia 24 de outubro o seu 103º aniversário.

  • Nota biográfica:
    O VALM Luciano Bastos da Costa e Silva ingressou na Escola Naval em 1931.
    Em 1941 e 1942 prestou serviço na Missão Hidrográfica de Angola e São Tomé (MHAST), com o posto de 1TEN.
    De 1946 a 1950 fez a sua formação de Engenheiro Hidrógrafo, em Portugal e nos Estados Unidos, após o que regressou à MHAST. Entre 1953 e 1960 assumiu a chefia da Missão, sendo autor da proposta da criação do Instituto Hidrográfico, apresentada em 1959 à Superintendência dos Serviços do Pessoal e aprovada em 1960, ano em que regressou a Lisboa, ingressando então no recém-criado Instituto Hidrográfico (IH), em cuja génese tivera papel decisivo, vindo a ocupar o cargo de Subdiretor.
    No ano seguinte voltou para a MHAST, de novo como Chefe da Missão, desempenhando este cargo até à sua promoção a Capitão-de-mar-e-guerra, em 1963, regressando então ao IH como Diretor-Técnico.
    Desempenhou ainda o cargo de Comandante do Grupo N.º 2 de Escolas da Armada, de 1966 a 1969, sendo neste ano promovido a Comodoro e nomeado Comandante Naval da Guiné, funções que exerceu até 1971.
    A sua última ligação ao estudo do mar e ao Instituto Hidrográfico teve lugar quando dirigiu o Seminário de Oceanografia Física realizado em Maio de 1972, em Lisboa, e que contou com a participação dos Estados-Unidos e de mais de uma dezena de países europeus. Nesse mesmo ano foi promovido a Vice-almirante e em 1973 foi Comandante Naval do Continente.
    Passou à situação de reserva em 1974, depois de uma longa carreira marcadamente ligada à Hidrografia. No livro A Marinha na Investigação do Mar 1800-1999, editado pelo IH em 2001, é feita a história dos muitos estudos, levantamentos e outros trabalhos que foram desenvolvidos pelas Missões Hidrográficas em Angola e São Tome, e nos quais o VALM Luciano Bastos da Costa e Silva esteve muitos anos envolvido.
    O VALM Luciano Bastos da Costa e Silva é o decano dos Engenheiros Hidrógrafos portugueses, desde Maio de 1986.