Página Inicial seta Missão de colocação e manutenção de boias multiparamétricas no Canhão da Nazaré

Missão de colocação e manutenção de boias multiparamétricas no Canhão da Nazaré

Entre os dias 29 de junho e 03 de julho de 2015, o NRP D. CARLOS I, navio hidro-oceanográfico da Marinha, esteve empenhado no fundeamento de duas boias multiparâmetro, no âmbito do projeto científico MONICAN (MONItorização do CANhão da Nazaré). A primeira boia foi colocada a 8 milhas a noroeste das Ilhas Berlengas, onde termina a formação do conhecido Canhão e a segunda, a cerca de 4,5 milhas a noroeste de São Martinho do Porto, a sul do início do Canhão.

O projeto MONICAN consiste na monitorização em tempo real das condições oceanográficas e meteorológicas ao largo da Nazaré e de Peniche, mais concretamente na área do Canhão da Nazaré, com vista ao estudo do impacto global da ondulação e das correntes nos ecossistemas marinhos da região.

Para a execução destes trabalhos, o NRP D. D. CARLOS I embarcou uma equipa técnica do Instituto Hidrográfico (IH), composta por elementos da Divisão de Oceanografia e do Centro de Instrumentação Marítima.

Em simultâneo, e no âmbito da colaboração com o IH, embarcaram dois investigadores da Universidade do Algarve e do MARE (Centro de Ciências do Mar e do Ambiente) da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, a fim de recolher dados radiométricos para a validação de informação obtida dos satélites europeus Sentinel.