Página Inicial seta Instituto Hidrográfico no Centro Interpretativo do Canhão da Nazaré

Instituto Hidrográfico no Centro Interpretativo do Canhão da Nazaré

Realizou-se no passado dia 30 de maio de 2015, a inauguração do Centro Interpretativo do Canhão da Nazaré, no Forte de S. Miguel Arcanjo, na Nazaré com a presença do Presidente da Câmara Municipal da Nazaré (CMN), Dr. Walter Chicharro, do Diretor-Geral do Instituto Hidrográfico (IH), Contra-almirante José Luís Branco Seabra de Melo e do Subdiretor-geral da Direção Geral do Património Cultural (DGPC), Dr. João Carlos dos Santos, entre outros ilustres convidados.

Na sua alocução, o Diretor-geral do Instituto Hidrográfico, agradeceu ao Presidente da Câmara, pelo facto desta iniciativa, “incluir no Roteiro à Nazaré a ciência, a investigação e a cultura”, acrescentando que “são estes desafios que nos tornam ainda melhores, na transmissão do trabalho de investigação e de conhecimento, realizado pelo Instituto, à população”.

O Presidente da Câmara realçou o trabalho que o IH tem vindo a desenvolver na melhoria do conhecimento deste fenómeno que possibilitou a projeção e expansão da economia do mar, designadamente com o projeto MONICAN, que monitoriza, em tempo real, toda a dinâmica provocada pelo canhão e agradeceu ao Capitão do Porto da Nazaré, Capitão-de-fragata Jorge Gorricha, pela aplicação das normas e procedimentos de segurança para as ousadias dos surfistas que procuram situações extremas da ondulação local, as quais, são hoje uma referência internacional.


A exposição do IH está patente numa das salas do Forte e permite aos visitantes conhecerem o trabalho realizado pelo Instituto Hidrográfico sobre o Canhão da Nazaré e os novos estudos que vierem a ser desenvolvidos neste âmbito.

Nota: O Canhão da Nazaré é o maior canhão submarino da margem continental Portuguesa e um dos maiores da margem Europeia. Uma tal estrutura afeta necessariamente os diversos processos oceanográficos que têm lugar ao largo da costa ocidental Portuguesa, promovendo impactos importantes sobre a zona costeira, sobre as correntes da plataforma continental ou sobre os ecossistemas marinhos.

Fotografias