João Belo (1876-1928)

João Belo (1876-1928)
João Belo

Capitão-de-mar-e-guerra. Alistou-se na Armada com 17 anos. Seguiu para Moçambique, a bordo da corveta «Duque da Terceira», integrando as campanhas dos Namarráis e de Gaza sob as ordens de Mouzinho de Albuquerque.

Foi o responsável pelo levantamento hidrográfico da foz e barra do Limpopo, pela sua farolagem e balizagem, pela construção do farol de Inhampura e de Gaza e por diversas missões de estudo do Vale do Limpopo.

Em 1919 foi para Lourenço Marques e assumiu a chefia do departamento marítimo, onde se manteve até 1925 para então regressar a Lisboa.

Prestou serviço na Direcção dos Serviços de Hidrografia e Navegação até Julho de 1926, quando foi chamado a desempenhar o cargo de ministro das Colónias, cargo que, devido às suas qualidades, desempenhou com brio.

Como governador de Moçambique impulsionou o plano de farolagem.

Fonte: Teixeira da Silva, Reis Arenga, Silva Ribeiro, Santos Serafim, Alburquerque e Silva e Melo e Sousa. “A Marinha na Investigação do Mar. 1800-1999”. Instituto Hidrográfico, Lisboa 2001.