Agulha magnética
Agulha magnética
Declinação e desvio da agulha magnética.
Curva e Tabela de Desvios

Agulha Magnética

A agulha magnética indica-nos uma direção no mar. No entanto existem alguns cuidados a ter na sua utilização e deve-se ter presente que o Norte da Agulha (Na) é diferente do Norte Magnético (Nm) e do Norte Verdadeiro (Nv), em virtude da agulha se encontrar sujeita a:

  • Campo magnético terrestre – do qual resulta uma diferença entre o Norte geográfico (verdadeiro) e o Norte magnético. A esta diferença dá-se a designação de declinação magnética (D);
  • Campo magnético do próprio navio – do qual resulta uma diferença entre o Norte magnético e o Norte da agulha magnética. A esta diferença dá-se a designação de desvio da agulha (δ);
  • À soma dos campos referidos dá-se a designação de variação (V). A variação é a diferença entre o Norte geográfico e o Norte da agulha magnética e pode ser calculada algebricamente pela fórmula V = D + δ.

 

Compensação da Agulha Magnética

Para uma correta utilização da agulha magnética esta deve estar compensada e a respetiva tabela de desvios elaborada.
A compensação deve-se realizar de três em três anos para embarcações com arqueação bruta igual ou superior a 150 e sempre que os respetivos desvios ultrapassem os 5º.

 

Utilização da Tabela de Desvios

A tabela de desvios poderá ser elaborada de duas formas:

  • Direta – os desvios apresentados são em função da proa da agulha;
  • Inversa – os desvios apresentados são em função da proa magnética.

Exemplos:

  • 1. O nosso navio navega à proa da agulha 150. Da tabela obtém-se que o desvio para esta proa é de 2ºE. A proa magnética seria 152.
  • 2. O nosso navio navega à proa da agulha 240. Da tabela obtém-se que o desvio para esta proa é de 1,5ºW. A proa magnética seria 238,5.
  • 3. O nosso navio encontra-se a navegar a 2mi a sul de Sesimbra, no dia 1 de janeiro de 2017. Da carta de navegação da área onde nos encontramos obtemos o valor da declinação magnética para o ano de 2017 = 2,5ºW. Encontramo-nos a navegar à proa da agulha 300 e queremos calcular a que proa geográfica (verdadeira). Calculemos a variação pela fórmula anteriormente descrita: V = D + δ, onde V = -2,5º + 2º;  V = -0,5º. A proa geográfica seria 299,5º.
  2017-05-24    0 / 2;