Deriva litoral

A corrente de deriva litoral é induzida pela aproximação oblíqua das ondas relativamente à praia. Aquando da rebentação, parte da energia das ondas vai alimentar um movimento paralelo à linha de praia - a corrente de deriva litoral - cujas características dependem da forma do fundo na região próxima da praia e da agitação marítima.
Uma vez que a corrente está associada à área onde as ondas sofrem modificação até rebentarem, a sua largura é relativamente pequena, em geral não ultrapassando meio quilómetro. Pode, no entanto, ser muito intensa no interior de uma faixa estreita em torno da zona de rebentação, onde atinge facilmente valores da ordem de 5 km/h.
Compreende-se, assim, que a corrente de deriva litoral desempenhe um papel muito importante no transporte de areias, poluentes e objectos à superfície ao longo da faixa litoral.

Os modelos da corrente de deriva litoral são excelentes ferramentas de previsão operacional, desde que adequadamente calibrados, permitindo dar rapidamente respostas a perguntas do tipo “qual a extensão de costa que será afectada em algumas horas por um derrame em curso num navio encalhado?”.

O vídeo aqui apresentado corresponde a uma campanha do Instituto Hidrográfico, no âmbito do projeto RAIA.co., realizada a 18 de junho de 2015, na Praia de S. Jacinto, Aveiro, com o objetivo de medir a corrente de deriva litoral.

  2017-08-11    0 / 3;