Hidromar 90 Outubro 2005

Hidromar N.º 90 Download

Hidromar 90HERMES: o oceano profundo ao largo da Nazaré

Três cruzeiros oceanográficos, dois conduzidos pelo Instituto Hidrográfico e o terceiro pelo Centro de Oceanografia de Southampton (SOCNERC, Reino Unido), realizaram um extenso programa de observações que teve como centro das atenções o Canhão Submarino da Nazaré. Atingindo profundidades superiores a 2 quilómetros na região entre as Berlengas e a praia da Nazaré, o Canhão da Nazaré constitui um autêntico «desfiladeiro» submarino estendendo-se por mais de 200 quilómetros, desde a costa até à planície abissal. É palco de processos dinâmicos e sedimentares extremamente energéticos e ainda pouco conhecidos, e pode constituir um local de refúgio que potencie o estabelecimento de ecossistemas marinhos profundos específicos, que importa conhecer.
Entre 11 e 30 de Julho, o Instituto Hidrográfico conduziu um cruzeiro de investigação multidisciplinar, a bordo do navio hidrográfico NRP D. Carlos I. Este cruzeiro visou caracterizar as condições físicas, químicas e sedimentares do oceano na área de influência do Canhão da Nazaré. Sondas multiparâmetro foram utilizadas para medir a temperatura, salinidade, oxigénio dissolvido e turbidez da água do mar, entre a superfície e profundidades máximas de 4000 metros e numa vasta área que se estende entre Peniche e a Figueira da Foz, e da costa até cerca de 80 quilómetros ao largo. Colheitas de amostras de água, obtidas a várias profundidades, permitirão determinar o tipo e concentrações de sedimentos em suspensão na água do mar, de nutrientes e de metais pesados. A caracterização do fundo marinho foi feita recorrendo a observações com o sondador multifeixe que equipa o navio.


Sumário

3 Projecto HERMES: União Europeia atribui 15 milhões de Euros à investigação do oceano profundo
4 Os parceiros europeus
5 Consórcio Hermes; A guarnição do NRP D. Carlos I que acolheu o Hermes; Viver o Hermes na primeira pessoa
6 Conhecer o Canhão da Nazaré
8 Barcelona HERMES Workshop
9 O Centro de Dados Técnico-Científicos em entrevista
10 Projecto HERMES: a sua importância para o IH
11 Após profunda remodelação Casa das Bóias a funcionar
12 Director-Geral acompanha a missão SANEST; Futuros oceanógrafos da Faculdade de Ciências na Auriga; A equipa do INETI
13 Sistema de informação para apoio ao plan. de navegação
14 Novas Cartas
15 Um SIG para a navegação
16 Andrómeda: 20 anos na água
17 NRP Almirante Gago Coutinho – fim da primeira docagem
18 Eclipse Solar visto do parque de antenas
20 Prémio Internacional Almirante Gago Coutinho; Prémio Almirante Teixeira da Mota
21 CTEN Brandão Correia: Comandante do D. Carlos I
22 Novo Comandante do NRP Auriga
23 Serviço Administrativo tem novo chefe; Nova secretária da Escola de Hidrografia e Oceanografia
24 Conferência de Navegação em Cambridge; Reunião do SPWG na Austrália
25 XXII International Cartographic Conference ICC 2005
26 Cooperação técnica entre o IH e o IHAHINA; 25th International ESRI User Conference
28 Almirante Vieira Matias e Dr. Tiago de Pitta e Cunha: duas visões do IH