Domingos Tasso de Figueiredo (1852-1919)

Domingos Tasso de Figueiredo (1852-1919)
Domingos Tasso de Figueiredo

Vice-almirante engenheiro hidrógrafo. Trabalhou na Direcção-Geral dos Serviços Geodésicos e na Direcção-Geral dos Serviços Hidrográficos, ambas do Ministério das Obras Públicas, e na 5.ª Repartição do Conselho do Almirantado, do Ministério da Marinha, cuja 3.ª secção chefiou.

Foi presidente da Comissão Central de Pescarias. Em 1894 fez parte da comissão encarregue de dar parecer sobre o regulamento para evitar abalroamentos no mar. Nomeado Director-Geral de Marinha logo a seguir à implantação da República, foi eleito deputado às Constituintes, transitando depois para o Senado, do qual foi vice-presidente.

Fez parte dos Conselhos de Guerra, cujas sessões se realizaram no antigo convento das Trinas, tendo presidido a uma delas por ocasião do julgamento dos conspiradores monárquicos. Conta-se entre os reorganizadores da Cruz Vermelha Portuguesa, tendo sido seu presidente de 1911 a 1916.

Fonte: Teixeira da Silva, Reis Arenga, Silva Ribeiro, Santos Serafim, Alburquerque e Silva e Melo e Sousa. “A Marinha na Investigação do Mar. 1800-1999”. Instituto Hidrográfico, Lisboa 2001.